latino americano,

  • Circular 07/12/2016

    CIRCULAR: 07/12/2016


    ASSOCIAÇÃO A VERDADEIRA VIDA EM DEUS - BRASIL



    CIRCULAR: 07/12/2016

    Data: 07 de dezembro de 2016



    IX Retiro Latino Americano AVVD. Novembro/2016, Aparecida- SP – Agradecimento


    Meus queridos irmãos e irmãs de AVVD. Saúdo-vos na unidade deste grande amor que convivemos nestes tão valiosos dias de nosso IX Retiro LA.


    A 10 dias do encerramento do retiro, espero encontrá-los todos ainda fortalecidos e perseverantes pelas graças que recebemos.

    Poderia escrever páginas e mais páginas a respeito deste encontro, porém todos nós estávamos lá e fomos testemunhas presenciais, desta forma irei dispensar os comentários, apenas agradecer este bom Deus que nos escolheu entre tantos.

    Um agradecimento todo especial pela presença indispensável dos Sacerdotes, Presbítero, Bispo e o Arcebispo, que fazem toda a diferença, que Deus lhes recompense por este ato de amor e carinho para com esta Obra de Jesus.

    Temos uma profunda gratidão por todos nossos irmãos Latinos que nos fortaleceram com suas presenças.

    Agradecemos esta equipe maravilhosa que organizou com tanto carinho e zelo por cada um de nós, foram impecáveis em todos os sentidos. Um agradecimento especial pelos trabalhos da Maria Aparecida (Cida) e Jane, que com toda paciência e confiança em Jesus, ficaram dia e noite cuidando de cada detalhe para que tudo ocorresse 100% da forma que realmente ocorreu.

    Lembrando também a presença da Marina, nossa colaboradora incondicional de AVVD que fez a tradução do livro Único e tantos outros trabalhos. Deus lhe abençoe.

    São muitos os agradecimentos - equipe de liturgia, equipe de cantos, as intercessoras, Sr. Alexandre e América, que se dedicaram a livraria; Dra. Margarida, que nos preparou as Liturgias; Maria Izabel, que gentilmente ornou os altares com flores; Beneval, que foi um maestro para que tivéssemos sempre dentro do cronograma; enfim, todos que proporcionaram este belíssimo evento que, de 1 a 1000, daria nota 999 porque não somos perfeitos, penso que sempre existe mais um degrau para subir até chegarmos na casa do Pai.

    Não poderia deixar de fazer um agradecimento a todos e todas que corresponderam aos nossos apelos de terem feito a assinatura da Revista e aqueles que se tornaram membros ativos, contribuindo mensalmente para possibilitarmos evangelizar e alimentar nossos pequeninos irmãozinhos das Casas de Maria.

    Para aqueles que não tiveram tempo de fazer as inscrições e querem colaborar, é muito simples, entre em contato pelo e-mail: e faça seu cadastro.

    Importante: Solicitamos a todos que nos enviem seus testemunhos por escrito () para que possamos divulgá-los no site e na Revista. Estes testemunhos devem ser resumidos o tanto que caiba em meia folha de papel ofício e favor mandar juntamente com uma foto.

    Termino saudando Joanna D’Arc e Celso, que além de se doarem durante seis anos com total entrega pela AVVD, tiveram o carinho e a paciência de ficar mais seis meses para que o novo Contato tivesse tempo de se preparar. Que Deus seja sua recompensa por tanta dedicação e amor.



    Minhas considerações:

    Antes do Retiro tinha dito às pessoas que haveria um grande Pentecostes e que sairíamos renovados pela ação do Espírito Santo para uma nova etapa desta obra de AVVD.

    Pe. Teófilo confirmou mais de uma vez que haveria um Pentecostes e realmente houve. Todos nós fomos lavados e renovados, uns com mais e outros com menos intensidade, porém de acordo com a missão de cada um; enfim, fomos agraciados com este amor incondicional de Deus.

    Desde o momento em que fui escolhido como Contato, sinto-me inspirado e fortemente impulsionado a trilhar um novo caminho, caminho este que nos convida a sairmos deste quase anonimato que até então era necessário e prudente, pelos motivos que já conhecemos, para um caminho de presença ativa e visto por milhares de almas nos quatro cantos do Brasil. Neste mesmo dia em que fui apresentado para toda a Assembleia como o novo Contato, abri o livro único e pedi a Jesus que me mostrasse qual o caminho que deveria seguir. Abri na mensagem do dia 20 de abril 1992. Primeiro Suas palavras foram dirigidas à minha pessoa e depois mostra de que forma o Espírito Santo vai me conduzir, vejamos:


    “Oferece-Me tudo para amenizar minha sede! Põe tua fé em mim; dá àqueles que esperam por Minha Palavra, Meu Hino de Amor; dá de modo que todos os habitantes da Terra ouçam Meu Choro Misericordioso; não posso ignorar a súplica de Meus filhos”


    Compreendi claramente que Jesus tem muita urgência de tornar conhecida Suas mensagens.


    Nas minhas dúvidas de como agir corretamente, no meu recolhimento de oração e intimidade com Jesus, perguntei de qual forma eu poderia fazer isto, então, Jesus mostrou-me com simplicidade e muita clareza como viviam os Apóstolos antes do Pentecostes - sempre com medo e até se escondendo às vezes, principalmente no dia da Redenção, quando Jesus estava a caminho do Calvário. Porém, no grande dia de Pentecostes, foram renovados pelo Espírito Santo e se encheram de coragem, não mais escondidos, não mais com medo, mas em praça pública pregando a Palavra de Deus e testemunhando sua fé diante dos Governadores, Reis, Escribas e Sacerdotes do Templo.

    Sim, meus irmãos e irmãs, assim como eu, acho que vocês também já entenderam claramente o que Jesus quis dizer-nos. Tivemos um Pentecostes no Retiro e agora chegou o momento de termos a coragem de sairmos para levar a todos as mensagens de Jesus, de AVVD; não podemos mais ficar no anonimato, somos os apóstolos dos últimos tempos.

    Quando voltarmos ao convívio em nossas comunidades, devemos assumir o carisma desta espiritualidade sem medo, porém com muita serenidade, humildade e sabedoria. Precisamos buscar a comunhão com os sacerdotes que representam nossas comunidades, onde vivemos e temos a obrigação de dar um testemunho de vida. Em Joinville, por exemplo, sempre enfrentávamos essas resistências por parte dos Sacerdotes, mas nunca desistimos, tratamos com muito carinho nossos Sacerdotes e sempre observamos a obediência, o que faz toda a diferença, mas o segredo para conquistá-los é sempre estar perto deles, de forma especial trabalhando na sua Paróquia como catequista, liturgo, ministro da comunhão e nas pastorais... e, principalmente, rezando por eles. Lembrando que, nestas atividades, não podemos ficar pregando a espiritualidade de AVVD para os membros ativos da paróquia, e muito menos ficar abordando qualquer pessoa que apareça no pátio ou dentro da Igreja, pois desse modo estaríamos “pescando no aquário”; Jesus quer que lancemos as redes em águas mais profundas.

    Deixemos que os interessados nos abordem para saber sobre AVVD, pois o importante é que eles nos conheçam, já que a nossa missão principal é ir ao encontro daqueles que estão afastados do amor de Deus e trazê-los para a Igreja. É claro que não deixaremos passar oportunidades nos momentos certos ou, em momentos adequados, fazer leituras das mensagens sem mencionar a origem. Desta forma, o Espírito Santo vai tocá-los e eles buscarão a fonte. Aí sim, poderemos nos apresentar como membro da Associação de AVVD.

    Exorto aqueles que ainda não estão engajados nos trabalhos pastorais em suas comunidades que o façam. Como podemos querer que nos recebam e nos ouçam, se estivermos afastados da Igreja e da comunidade? A nossa ausência nos impedirá de darmos nosso testemunho deste grande amor que Jesus nos ensinou através das mensagens. Afinal de contas, é lá que Jesus Eucarístico está e é lá que temos obrigação de estarmos, adorando-O.

    A primeira coisa que fiz após ser eleito, foi me apresentar ao meu Pároco e lhe contei tudo em confissão. Ele simplesmente deu-me uma benção e incentivou-me a continuar, disse-me que no próximo Retiro gostaria de participar conosco. Como eu participo com diversos trabalhos em minha paróquia, acredito piamente que se ele soubesse por outra pessoa, ficaria chateado comigo e até poderia me cortar das atividades que faço.

    Precisamos ter sempre nas Casas de Maria a presença de um sacerdote para fortalecer nosso relacionamento com a Igreja e com os que frequentam ali, desta forma poderíamos nos beneficiar com Missas nas sedes das CM. Nós fazíamos isto aqui em Joinville e sempre tivemos apoio e carinho de alguns sacerdotes.

    É dito que quem não é visto não é lembrado e nós da família de AVVD temos que ser vistos para sermos reconhecidos. Aconselho aqueles que não estão engajados em suas comunidades que procurem fazê-lo, é o primeiro passo a ser dado; e o caminho para tanto é através de uma confissão, testemunhando como foi sua conversão quando conheceu a AVVD, e depois vá até o sacerdote e se ofereça para trabalhar em sua Paróquia usando os talentos que Deus lhe deu.

    Tiro como exemplo positivo desta aproximação com os sacerdotes, a começar por mim, Beneval, Alessandra, Dra. Margarida e Joanna, que sempre conseguimos fazer nossos trabalhos sem a intervenção e até com aprovação, como aconteceu no IX Retiro LA, onde a Joanna nos contemplou com a participação do Cardeal Dom Damasceno e do Bispo Dom Terra.

    São João Paulo II afirmava sobre associações e movimentos “que é na medida que se colocam a serviço, no âmbito da diocese e/ou paróquias que revelam a validade de suas experiências”. AVVD, tendo característica de movimento (embora não deva ser definido como tal, senão como uma espiritualidade ou um apelo apostólico) deve seguir esses critérios, ou seja, não tem necessidade de ser reconhecida como uma estrutura dentro da estrutura paroquial! Exorto apenas ao zelo pelo testemunho pessoal de engajamento, pertença e serviço no âmbito eclesial onde recebemos o alimento, e ao zelo pela missão junto aos afastados.

    Por fim, quero pedir-lhes humildemente suas orações, rezem incessantemente por todos que trabalham nesta Obra de AVVD e principalmente pelos Sacerdotes que nos apoiam e nos acompanham nesta caminhada e em dobro por aqueles sacerdotes que ainda não apoiam esta Obra de Jesus.

    Que Deus abençoe a todos com a proteção da Virgem Maria e São José.



    Leonardo Cesar Harger
    Contato Nacional

  • Circular 22/2018

    CIRCULAR Nº: 22/2018 - X Retiro Latino-Americano de AVVD


    ASSOCIAÇÃO A VERDADEIRA VIDA EM DEUS - BRASIL



    CIRCULAR Nº: 22/2018

    Data: 29 de novembro de 2018



    X Retiro Latino-Americano de AVVD

    Buenos Aires, Argentina, 15 a 19 de novembro de 2018

    X Retiro Latino-Americano de AVVD
    Alguns dos participantes do X Retiro Latino-Americano de AVVD


    Reflexão de Boas Vindas

    A paz de Jesus Cristo esteja conosco.

    Boa tarde, meus queridos irmãos e irmãs. É uma alegria estar com todos vocês que vieram de tantos lugares, atravessando fronteiras para atender ao chamado do Espírito Santo para nos fortalecer e nos renovar nestes cinco dias que estaremos reunidos em nome do Senhor, onde compartilharemos nossas experiências e, certamente, o Espírito Santo nos inundará com Seu Amor para nos dar a coragem para renovarmos nosso compromisso ao chamado que recebemos pelo próprio Jesus a sermos fiéis discípulos desta maravilhosa Obra, A Verdadeira Vida em Deus.

    Em nome de todos os brasileiros que aqui estão, agradeço aos nossos queridos irmãos argentinos pela calorosa acolhida e por todo o carinho que estamos recebendo. Queremos parabenizá-los pela iniciativa e a coragem de sediar o X Retiro Latino-Americano, numa época marcada por tantos acontecimentos desafiadores em que estamos atravessando em nossos países, principalmente os países latino-americanos, alvos de ideologias políticas e crises sociais, culturais, econômicas e religiosas.

    Mas, é preciso reconhecer que existe um motivo muito especial para que Jesus determinasse que este Retiro fosse no vosso país. O Espírito Santo tem soprado em nossos ouvidos e inflamados nossos corações, porque neste solo sagrado Deus escolheu um filho muito amado para sentar na cadeira de Pedro com a missão de conduzir a Santa Igreja nestes tempos proféticos: nosso querido e amado Santo Padre, o Papa Francisco. Neste Retiro, temos a missão de rezar muito por ele que sofre por causa de terríveis ataques contra nossa Igreja e também contra a pessoa dele.

    Não tenho dúvidas de que Jesus está sinalizando, nesta terra do sucessor de Pedro, que é preciso estar de mãos dadas com a Igreja.

    Jesus foi claro quando perguntou à Vassula: "Qual é a mais importante, Minha casa ou a sua casa?"...depois Jesus disse: "Embeleza Minha Casa, reaviva Minha Casa". Portanto, entendo que há dois sentidos nesse pedido de Jesus.

    O primeiro, representa todos nós que somos templos vivos de Deus e o Espírito Santo deseja habitar neste templo. Então, temos que embelezar nossas almas com as coisas do alto e reavivar nossa existência aqui na terra, sendo instrumentos de Deus, verdadeiros e fiéis discípulos.

    O segundo, Jesus se refere à nossa amada Igreja. Só poderemos embelezá-la e reavivá-la se estivermos realmente refletindo o amor de Deus de todo nosso coração. Sempre atentos como as virgens prudentes que foram encontrar o noivo, segundo a parábola onde o Nosso Senhor exorta a um espírito de vigilância.

    Nós não poderemos reavivar a Igreja se não estivermos ligados a ela, e para isso temos que estar dispostos a nos doar, servindo noite e dia, como fazia a profetisa Ana. Nos alegrar com ela, sofrer com ela, servindo com um amor sacrificial nos trabalhos e ministérios, onde daremos testemunho de comunhão, unidade e uma autêntica vida apostólica. Porém, nunca devemos nos esquecer da obediência e espírito de comunhão com os seus representantes legítimos, nossos queridos sacerdotes.

    Os céus se alegram mais pela salvação de um pecador do que por muitos justos que não precisam de conversão. Embelezar a Casa de Jesus é trazer almas pecadoras para a luz da vida eterna.

    Lá no início, o Pai Eterno pediu à Vassula um presente muito especial, seria a única coisa que pertenceria somente a ela, sem que tivesse vindo de Deus: a sua VONTADE. São muitas as citações nas Mensagens de AVVD que Jesus nos pede que ofereçamos nossa VONTADE. Ele diz que devemos oferecer todos os dias a nossa VONTADE.

    Jesus diz: “faço uso daquilo que Me ofereceste, alma; não faço uso de tua vontade, a não ser que, a Mim, tu A ofereças; confia em Mim; tem sempre fé em Mim, pois Eu sou o mais Meigo..."(AVVD-26 de outubro de 1989).

    A nossa vontade é tudo que temos para Lhe oferecer e Ele quer que lhe entreguemos na liberdade e por desejo próprio, em cada momento de nossas vidas. Esta é a única forma que Ele pode nos usar como instrumento de Sua Santa VONTADE.

    Queremos fazer a Vontade de Deus, mas às vezes prevalece a nossa vontade. Por isto, é necessário morrermos para nós mesmos, entregando a nossa VONTADE a Ele.

    É importante relembrar também que o lema da AVVD é "pagar o mal com amor". Só assim conheceremos o Verdadeiro Amor, fazendo o bem para qualquer que seja e sempre usando a graça do perdão e da caridade. Ninguém pode dizer que tem intimidade com Deus sem primeiro se despojar das coisas que nos separam do amor Dele e, principalmente, senão usarmos da caridade com os nossos irmãos mais necessitados.

    Jesus confiou aos cuidados da família AVVD uma das mais belas pedras preciosas que Ele mesmo fez questão de lapidar para presentear Sua Amadíssima Mãe. Estou me referindo às Beth Myriam.

    Como estamos cuidando desta pedra preciosa?... Estamos cuidando como Jesus deseja?... Qual é o nosso limite ao desapego e qual o grau de caridade que conseguimos atingir, para que estas pedras preciosas brilhem aos olhos de Jesus? Para estas perguntas, até o fim deste Retiro, temos que ter em nossos corações as respostas para agirmos com a maturidade da fé, ou seja, nos responsabilizarmos dando maior atenção a esta pedra lapidada que Jesus nos confiou, as Beth Myriam.

    Meus irmãos e minhas irmãs, as verdadeiras obras de Deus são acompanhadas por um grau elevado de santidade que exige de nós muitos sacrifícios e desapegos, não tem outro caminho.

    Creio firmemente, assim como todos vocês, que AVVD é uma Obra cujo Autor é o próprio Jesus, a qual Ele chama de “Meu Hino de Amor” desejada por Deus para estes tempos.

    É notória também em Suas Obras a presença da Sua Misericórdia para os que são chamados a trabalhar nelas.

    Percebo que no início de nossa caminhada, o Espírito Santo nos dá a graça e convence nosso coração da necessidade da conversão; depois, por meio da oração pessoal e contemplação, nos lava e nos purifica, através do arrependimento de nossas faltas cometidas, até chegarmos a uma intimidade pessoal com Ele; por último, nos dá a graça do perdão pelo Sacramento da Reconciliação, mas sobretudo a graça de podermos apagar muitos de nossos pecados através da caridade que é a essência de uma fé verdadeira e sólida. A caridade cobre uma multidão de pecados. Se não tivermos caridade, vã será a nossa fé. Deus deixa isto bem claro nas Escrituras.

    Para que as Associações de AVVD possam dar frutos em suas nações, é necessário fortalecermos os três principais carismas da Obra que são:

    Evangelização ─ Divulgação das Mensagens através de diversas oportunidades e levar as pessoas a darem uma resposta de amor ao grande Amor de Deus; atender seu pedido de promover a Unidade dos Cristãos e a propagação da devoção aos Dois Sagrados Corações.

    Grupos de Oração – Todos que pertencem à Obra AVVD, necessitam de uma vida intensa de oração. Os grupos de oração são os alicerces que mantêm a Obra viva e por isto todos, sem exceção, que caminham com esta Obra deveriam estar num grupo de oração e/ou formar um grupo de oração.

    Beth Myriam – Aí eu vejo o quanto Jesus nos ama! Ele nos pede que formemos as Beth Myriam para praticarmos o amor através da solidariedade, e assim Ele saberá se realmente Suas Mensagens atingiram nossos corações e nossas almas. A caridade é o termômetro que mede a nossa fé. Se algum de nós quiser saber como anda a sua fé, é só olhar o quanto usamos da caridade para com nossos irmãos. Lembrando que a caridade não é somente na parte financeira, temos a caridade da escuta, a caridade do aconselhamento, caridade de visitarmos os enfermos, caridade de levarmos também o alimento para a alma daqueles que necessitam. Enfim, sermos para o outro um porto seguro.

    Os países que não tiverem este devido cuidado com estes três principais carismas da AVVD, a Obra dificilmente se perpetuará naquela Associação.

    Cada um de nós que está aqui participando deste X RLA de AVVD, somos bem-aventurados e é motivo para nos alegrarmos porque Deus achou graça em nós nos chamando para fazer parte desta Obra de AVVD.

    Quero encerrar com um pedido muito especial de Jesus que diz respeito a todos nós: "estabelece Nossas Beth Myriam onde puderes; levanta os oprimidos e ajuda os órfãos; protege-Me, resgata-Me da sarjeta, abriga-Me e alimenta-Me, alivia Meu fardo e Minha fadiga, apoia-Me e encoraja-Me, mas, acima de tudo, ama-Me; tudo o que fazes ao menor de Meus irmãos, tu o fazes a Mim..."(AVVD-27 de março de 2002).

    X Retiro Latino-Americano de AVVD - dinâmica
    Participantes do X Retiro Latino-Americano - realizando uma dinâmica



    Que Deus nos abençoe.



    Leonardo Cesar Harger
    Contato Nacional

    Site oficial:
    www.tlig.org/pg.html
    Site AVVD Brasil:
    www.avvdbrasil.org.br
    Rádio TLIG:
    www.tligradio.org/pt

  • X Retiro Latinoamericano de la VVeD

    X Retiro Latinoamericano de la VVeD

    X Retiro Latinoamericano de la VVeD

    X Retiro Latinoamericano de La VVeD

    Buenos Aires, Argentina, 15 al 19 de noviembre de 2018



    Organizado pelas Associações Nacionais da Argentina e do Brasil

    Lema:

    "Permaneçamos no Amor à espera de Sua Vinda"

    Eis a programação do Retiro Nacional a realizar-se em Brasília, de 08 a 10/06/2018.

    • Credenciais: quinta-feira, 15 de novembro, a partir das 9h da manhã (feriado no Brasil);
    • Encerramento: segunda-feira, 19 de novembro, após o almoço (feriado na Argentina);
    • Custo do Retiro (inscrição): aqueles que manifestarem interesse em participar serão informados o mais breve possível;
    • Aeroporto do destino: internacional de Ezeiza, Ministro Pistarini.

    Por favor, solicite informações pelo seguinte e-mail:

    - ( para los de habla hispana)

    - ( para los de habla hispana)

    Nota: Se houver várias pessoas interessadas, teremos um berçário para as crianças.

    Deus nos abençoe

    Leonardo Cesar Harger
    Contato Nacional
    Qualquer dúvida, envie um e-mail para:


­