Logo

consagração

  • Consagração ao Sagrado Coração de Jesus

    CONSAGRAÇÃO AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS
    capela-733

    CONSAGRAÇÃO AO
    SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

    áudio: Oração de Consagração ao Sagrado Coração de Jesus

    sagrado coracaoSagrado Coração de Jesus, invadi-me plenamente, de modo que os meus sentimentos sejam os Vossos Sentimentos; os meus desejos sejam os Vossos Desejos; as minhas palavras sejam as Vossas Palavras; os meus pensamentos sejam os Vossos Pensamentos. Depois deixai-me penetrar no íntimo do Vosso Sagrado Coração; aniquilai-me completamente. Adorarei o Vosso Sagrado Coração, do mais profundo do meu coração; prometo servir o Vosso Sagrado Coração com um fogo interior, servir-Vos-ei com um zelo mais fervoroso que nunca. Sou fraca, mas sei que a Vossa Força me ajudará. Não permitais que eu Vos perca de vista nem que o meu coração se volte para outro lado. Procurarei apenas o Vosso Sagrado Coração e só Vos desejarei a Vós.

    Sagrado Coração de Jesus, fazei-me detestar tudo aquilo que é contrário à Vossa Santidade e à Vossa Vontade. Purificai-me repetidamente e fazei que nenhum rival permaneça dentro de mim. A partir de hoje, apertai os laços de amor com que me prendestes, e fazei com que a minha alma tenha sede de Vós e o meu coração desfaleça de amor por Vós.

    Sagrado Coração de Jesus, não espereis mais: vinde consumir todo o meu ser, com as Chamas do Vosso Ardente Amor. Qualquer coisa que faça, de ora em diante, seja realizada pelos Vossos Interesses e pela Vossa Glória; e nada se faça para mim. Consagro-Vos a minha vida a Vós e, a partir de hoje, quero ser a escrava do Vosso Amor, a vítima dos Vossos Ardentes Desejos e da Vossa Paixão; um bem para a Vossa Igreja e o brinquedo da Vossa Alma. Fazei com que o meu porte seja o reflexo da Vossa Crucifixão, pela amargura que sentir, diante da surdez das almas que eu irei ver cair. Dai à minha alma o que ela puder suportar.

    Sagrado Coração de Jesus, não me poupeis a Vossa Cruz, como o Pai Vo-La não poupou a Vós. Firmai os meus olhos, os meus pensamentos e os meus desejos, para que sejam prisioneiros do Vosso Sagrado Coração. Eu sou indigna, e não mereço nada; mas Vós ajudai-me a viver o ato de consagração de um modo leal, invocando, incansavelmente, o Vosso Santo Nome. Fazei com que o meu espírito rejeite tudo aquilo que Vós não sois.

    Sagrado Coração de Jesus, fazei com que a minha alma suporte melhor as Chagas do Vosso Corpo, pela conversão das almas. Submeto, voluntariamente, a minha vontade à Vossa, agora e sempre. Amém(AVVD-26 de janeiro de 1992).

  • Consagração aos dois Corações

    CONSAGRAÇÃO AOS DOIS CORAÇÕES
    capela-733

    CONSAGRAÇÃO AOS DOIS CORAÇÕES

    áudio: Oração de Consagração aos Dois Corações

    Medite:

    capela ora-593Anunciado nas profecias pela Vossa Palavra, ó Senhor, nós sabemos, nós sentimo-nos confiantes e nós acreditamos que o Triunfo do Vosso Sagrado Coração e do Coração Imaculado de Maria está prestes a realizar-se.

    Deste modo, vimos humildemente consagrar-nos a nós mesmos, as nossas famílias e o nosso país, aos Vossos Dois Sagrados Corações.

    Nós acreditamos que, ao consagrar-Vos o nosso país, a espada jamais será levantada, nação contra nação e não mais haverá preparativos para a guerra.

    Cremos que ao consagrar o nosso país aos Vossos Dois Amorosos Corações, todo o orgulho humano e arrogância, todo ateísmo e endurecimento do coração será apagado, e toda maldade será substituída pelo amor e pelas boas obras.

    Cremos que os Vossos Dois Santos Corações não resistirão agora aos nossos suspiros e às nossas necessidades, mas nas Suas Chamas de Amor nos escutarão e, virão a nós, para curar nossas profundas feridas e trazer-nos a paz.

    Ó Sagrado Coração de Jesus e Imaculado Coração de Maria, soprai sobre nós uma faísca dos Vossos Dois Corações para inflamar nosso coração.

    Fazei de nossa nação a perfeita Morada da Vossa Santidade. Habitai em nós e nós em Vós para que através do Amor dos Vossos Dois Corações, possamos encontrar Paz, Unidade e Conversão.

    Amém (AVVD-21 de setembro de 1993).

­